08/03 - O dia Internacional da Mulher é, mais do que um dia de celebração, um dia de reflexão.

O dia Internacional da Mulher é, mais do que um dia de celebração, um dia de reflexão. 

Apesar de haver cada vez mais avanço no que toca ao papel das mulheres na sociedade, a desigualdade de género ainda existe e ainda hoje o sexo feminino luta para conseguir direitos iguais. Acontece aqui, em Portugal e no resto do mundo.

Celebra-se hoje o dia Internacional da Mulher. Esta data, apesar de atualmente estar bastante ligado ao comércio, celebra muitas conquistas femininas ao longo de vários anos e serve como alerta sobre os graves problemas na desigualdade de gênero no mundo inteiro.

Estamos em 2016 e várias mulheres um pouco por todo o mundo ainda lutam pelos seus direitos. Fazem-no hoje e faziam-no em 1857.

Nesse mesmo ano, um grupo de 130 mulheres fez uma greve na fábrica têxtil onde trabalhava, em Nova Iorque, para exigir melhores condições de trabalho. Estas mesmas mulheres trabalhavam em condições miseráveis: 16 horas de trabalho diário a receber o terço do que recebia um homem. Reivindicavam então o aumento salarial, a redução do horário de trabalho e um melhor tratamento no local de trabalho.

Contudo, a greve não foi bem vista e não correu bem. Essas mulheres foram trancadas dentro da fábrica onde trabalhavam, que depois foi incendiada. Morreram carbonizadas.

Apesar deste grave acontecimento, só no ano de 1911, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o dia 8 de março passaria a ser o Dia Internacional da Mulher, em homenagem às mulheres que morreram no incêndio. A data só foi oficializada em 1975 pela Organização das Nações Unidas (ONU), através de um decreto.

Muito antes de a ONU institucionalizar a data, foram várias as manifestações femininas para obter melhores condições de trabalho.

Um dos protestos que mais se destaca foi a marcha que, em 1908 reuniu cerca de 15 mil mulheres em Nova Iorque que exigiam a redução horária no trabalho, bem como o aumento do salário e o direito de voto.

MENSAGEM PARA VOCÊ MULHER!

Bem aventurada a mulher que cuida do próprio perfil interior e exterior, porque a harmonia da pessoa faz mais bela a convivência humana.

Bem aventurada a mulher que, ao lado do homem, exercita a própria insubstituível responsabilidade na família, na sociedade, na história e no universo inteiro.

Bem aventurada a mulher chamada a transmitir e a guardar a vida de maneira humilde e grande. 

Bem aventurada quando nela e ao redor dela acolhe faz crescer e protege a vida.

Bem aventurada a mulher que põe a inteligência, a sensibilidade e a cultura a serviço dela, onde ela venha a ser diminuída ou deturpada.

Bem aventurada a mulher que se empenha em promover um mundo mais justo e mais humano.

Bem aventurada a mulher que, em seu caminho, encontra Cristo: escuta-O, acolhe-O, segue-O, como tantas mulheres do evangelho, e se deixa iluminar por Ele na opção de vida.

Bem aventurada a mulher que, dia após dia, com pequenos gestos, com palavras e atenções que nascem do coração, traça sendas de esperança para a humanidade.

 Fonte: Jornal I