25/04 - Graciete Lisboa destaca programação de aniversário de Bacabal

A deputada Graciete Lisboa (PSDB) registrou hoje (quarta-feira, 23), na tribuna da Assembléia Legislativa, a passagem dos 88 anos de fundação de Bacabal, acontecido no ultimo dia 17.

Durante a programação festiva — com duração de uma semana — foram inauguradas obras com a presença de várias autoridades. Entre elas, o governador Jackson Lago (PDT), o secretário estadual de Saúde, Edmundo Gomes, alguns gestores municipais e lideranças políticas da região.

Dentre os parlamentares, estavam os deputados Pavão Filho (PDT), Rubens Pereira Junior (PRTB), Camilo Figueiredo (PDT), Marcos Caldas (PTdoB), Nonato Aragão (PSL), Penaldon Jorge (PSC) e Mauro Jorge (PMN).

Na ocasião, o governador visitou os desabrigados do município. Segundo Graciete, ele viu a situação de perto e pôde constatar a assistência que a Prefeitura de Bacabal, através das Secretarias de Saúde, Assistência Social e de Obras, está dando aos desabrigados.

Em aparte, a deputada Eliziane Gama (PPS) parabenizou as lideranças locais — prefeitura, igrejas e comunidade — pelo apoio prestado aos desabrigados. “As lideranças estão numa verdadeira brigada no sentido de estender a mão às famílias desabrigadas. Unidas, elas têm levado alimentação, vestuário, cobertores, redes e os mais variados tipos de instrumentos que possam atender aquelas famílias carentes”, disse.

HISTÓRIA

A história de Bacabal começa no século 19 com a instalação de uma colônia indígena denominada Leopoldina, que mais tarde se tornaria uma fazenda agrícola de produção.

Com a chegada do coronel português Lourenço da Silva, em 1876, a fazenda iniciou o cultivo de mandioca, milho, feijão e algodão e, devido a existência de rios e lagos, foi possível a abertura das primeiras vias de acesso à fazenda, localizada na atual praça Santa Terezinha, antes conhecida como Praça Nossa Senhora da Conceição.

Ainda lembrando a cronologia do desenvolvimento de Bacabal, em 17 de abril de 1920, o então governador Urbano Santos assinou a Lei n° 932 e o povoado foi elevado à categoria de Vila, passando a ser chamado Bacabal dos Abreus.

Em 7 de setembro de 1920, o município de Bacabal foi oficialmente instalado, tendo seu território sido desmembrado de São Luís Gonzaga do Maranhão. Na época, Bacabal contava com cerca de 9.500 habitantes em seu território.

Em 1938, Bacabal passou à categoria de cidade, através do Decreto 159, de 6 de dezembro do mesmo ano. Em 1930, a administração municipal organizava a primeira planta da vila, visando disciplinar o crescimento urbano e, no ano seguinte, mais um marco de progresso surge com a inauguração da energia elétrica gerada por motores.

Em 1932, com a construção da rampa do porto para facilitar o embarque e desempenho em geral, se abre um caminho entre o centro e o lugar chamado Forquilha, atual rua Gonçalves Dias. No decorrer da década de 1950, a população aumentou substancialmente em decorrência da melhoria das estradas e da imigração nordestina em massa. E hoje o município tem cerca de 96 mil habitantes.