05/05 - Caso Ronaldo: Travesti Andréia Albertino dá detalhes do seu encontro com o fênomeno em entrevista.

O travesti André Luiz Ribeiro, conhecido como Andréia Albertino, deu detalhes, em entrevista a uma revista espanhola, sobre o programa que teria realizado com o jogador Ronaldo Nazário, no Rio de Janeiro (RJ). Ele afirmou à Interviú que Ronaldo só "foi ativo" com suas duas amigas.


No último dia 28, Andréia Albertino acusou Ronaldo de não pagar um programa e de fazer uso de cocaína. Segundo a polícia, ela, tentou extorquir R$ 50 mil do jogador. Ontem, em entrevista ao Fantástico, o atleta afirmou que não teve relações sexuais com os travestis, que não estava embriagado, nem havia consumido drogas.

Na entrevista à revista espanhola, Andréia afirma que Ronaldo estava com ela no quarto do motel quando pediu para que ela chamasse duas amigas. O jogador só teria percebido que se tratavam de travestis, segundo Andréia, quando já estava em pleno ato sexual. "Ele só foi ativo com minhas duas amigas", afirmou.

Ronaldo, porém, havia negado, em entrevista ao Fantástico, qualquer envolvimento com os travestis. "Na hora em que percebi que não era o que eu buscava, eu tirei meu time de campo." Ao tentar encerrar o programa, pagando o que havia sido combinado, "duas aceitaram e a terceira não aceitou e começou a me extorquir", disse.

O jogador alegou ainda que lhe pediram "uma quantia absurda" para que não fosse divulgado nada sobre o assunto na imprensa, e então decidiu assumir o erro publicamente.

Fonte: Site Terra