20/10 - Índios mantêm quatro reféns em Amarante

Cerca de 200 índios da etnia Gaviões, que moram na aldeia Riachinho, município de Amarante, a 700 quilômetros de São Luís fazem reféns uma funcionária da Funai e três servidores do Governo do Estado do Maranhão.

Os índios reivindicam a construção de uma escola e a entrega de materiais escolares. Os reféns estão em poder da tribo desde o último sábado quando visitavam a aldeia.

Amanhã a chefe de educação da Funai, Eliane de Jesus Araújo, um engenheiro do governo estadual e a supervisora de educação indígena do Governo do Estado seguem para a aldeia para tentar negociar a soltura dos reféns.

Os reféns foram identificados como: Eliene Pereira Costa e Carlos Alves Viana, o motorista Davi Vaz Melo e a funcionária da Funai de Imperatriz, Maria do Rosário Cruz, todos de Imperatriz.

Um engenheiro e a supervisora de educação indígena do Governo do Estado estão a caminho de Imperatriz. Amanhã, junto com a chefe de educação da Funai, eles seguem até a aldeia pra tentar convencer os índios a libertar os reféns.

Honório Jacometto - TV Mirante