16/11 - Mais 50 soldados da Força Nacional chegam amanhã.

SÃO LUÍS - Cento e cinqüenta homens da Força Nacional de Segurança começaram ontem(15) uma grande operação no Estado. Outros cinqüenta soldados de vários lugares do Brasil chegam ao Maranhão amanhã (17).

Na operação que teve início ontem, a Força Nacional ocupou o Centro de Detenção Provisória de Pedrinhas. Os soldados chegaram ao Cadeião em um ônibus e outras vinte viaturas seguiram para os municípios de Bacabal, Zé Doca, Buriticupu e Santa Inês. A Força Nacional trouxe armamento pesado para combater a criminalidade: metralhadoras, fuzis escopetas além de gás de pimenta, escudos e cães vão ser usados nas operações.

Foi o caos no sistema de segurança pública que levou o Governo do Estado a pedir ajuda federal para controlar a situação. No pedido, feito ao Ministério da Justiça, o governador Jackson Lago alegou crise no Sistema Penitenciário de Pedrinhas e de Timon, o grande número de assaltos a bancos e a crescente onda de criminalidade no interior, resultado do baixo número de policiais que trabalham no Maranhão.

A tropa fica no estado durante sessenta dias, mas a permanência poderá ser prorrogada. É a segunda vez que a Força Nacional de Segurança vem ao Maranhão.