26/11 - Polícia Militar prende pistoleiro que iria receber 3.000 reais.

A 2ª Companhia PM Independente de Bacabal, sob o comando do Major Edeilson Carvalho, prenderam na noite desta segunda-feira (24/11), por volta das 21h e 30 minutos, o homicida conhecido como João Batista Alves da Silva, vulgo Batista, 34 anos, residente na Rua Alto da Torre, bairro Trizidela e o mandante do crime Antonio Alves de Araújo, vulgo Antonio do arroz, 59 anos, residente na rua 10 de Novembro, bairro Esperança.

O crime fora encomendado por Antonio do arroz devido estar envolvido em um triângulo amoroso com uma mulher que não foi identificada e Francisco Heldo Mota da Silva que era o atual amante da mulher envolvida.

Antonio do arroz ofereceu R$3.000,00 (três mil reais) para que Batista executasse o eletricista Heldo Mota da Silva que vinha sendo monitorado a cerca de dois meses pelo homicida que vinha planejando o crime e de como iria executá-lo.

Na noite de segunda-feira Batista abordou o Sr Heldo em sua residência localizada à Rua Tancredo Neves – Vila Jurandir, para que o mesmo realizasse um reparo em um carro. Ambos pegaram a moto de Heldo e seguiram em direção ao suposto local onde estaria o veículo a ser consertado. Ao percorrem uma certa distância, e chegando à Rua 01 da Vila Jurandir, Batista pede para que Heldo pare e atira no mesmo com um revólver cal 38. Vendo que Heldo ainda estava vivo deu-lhe mais um tiro, este na cabeça o que ocasionou a morte imediata de Heldo. Antonio do arroz ainda deu fuga ao Batista em um automóvel Saveiro de placa LVQ-3527 de Teresina-PI deixando-o, provavelmente, na residência de Batista.

A Polícia Militar recebeu a informação via 190 e acionou todas as viaturas, a Força Tática e o Policiamento Velado, de modo a fechar todas as saídas da cidade, além de avisar todas as cidades circunvizinhas e a Polícia Rodoviária Federal. Através da placa do veículo foi possível localizar o mandante do crime (Antonio do arroz) que estava na Avenida João Alberto quase na saída de Bacabal para a cidade de Santa Inês pela BR 316. Momentos depois, João Batista Alves da Silva foi preso nas proximidades de sua residência após cerco policial comandado pelo Major Edeilson que esteve presente em todas as diligências realizadas em busca dos criminosos e no momento da rendição do criminoso que não ofereceu resistência ao perceber que estava cercado e sem chances de escapar. Com eles foi encontrado um revólver cal. 38 de nº 803920 com duas munições intactas, um celular LG, cerca de R$628,00 e Saveiro de placa LVQ-3527 utilizado para a fuga.

Ambos foram conduzidos ao 1º Distrito Policial para que fossem tomadas as devidas providências e ser lavrado o flagrante do crime que demonstra ter sido premeditado.