23/04 - TRAGÉDIA MARCA FERIADO DE PÁSCOA NO MARANHÃO.

 TRAGÉDIA MARCA FERIADO DE PÁSCOA NO MARANHÃO

 A sexta-feira santa terminou em tragédia para a comunidade do povoado Pequizeiro, Município de Lago Verde. Seis crianças, cinco da mesma família morreram afogadas no lago, quando eram transportadas de uma margem a outra. Na embarcação estavam no total de 13 pessoas, sendo cinco adultos e 8 crianças. A tragédia aconteceu por volta das 8 da manhã. Cinco adultos e duas crianças conseguiram escapar com vida, sendo retiradas da água por moradores e pescadores locais. O último corpo foi resgatado por voltas das 11 da manhã, pela equipe de Corpo de Bombeiros e defesa de civil de bacabal que chamada até o local. As vitimas tinha entre 7 meses e 12 anos de idade.  

São elas: FRANCIEL DA SILVA - 8 ANOS, ELANE MARTINS RIBERITO - 7 MESES, WESLEY HERINQUE MARTINS RIBEIRO - 2 ANOS, ERIVAN MARTINS RIBERITO - 4 ANOS, RONILDO SILVA DOS SANTOS - 12 ANOS , ANDRESSA GOMES COSTA - 9 ANOS.

Seu Josimar Martins da Silva que estava conduzindo a canoa perdeu o filho de 8 anos na tragédia. Junto com ele, estavam a mulher e 2 filhos, além irmãs, sobrinhos e outra criança. Eles iriam passar o feriado de páscoa com outros familiares em um outro povoado conhecido como vila São Francisco, um pequeno trecho de terra que nesse período de cheia só é possível chegar de canoa. Angustiado, ele diz que tentou salvar as crianças, mas que eram muitas. “eu tentei salvar as outras crianças, mas eram muitas,  não consegui salvar meu filho, que morreu afogado. Foi horrível, tanta morte, tanta criança.”

A pequena Andressa Gomes Costa de 9 anos, que iria completar 10 anos no domingo dia 24 de abril, era a única criança que não fazia parte da família. A mãe de Andressa, dona Raimunda Felisberto, lembra da ansiedade da filha em participar do passeio e que a mesma insistiu muito em ir. “ela só falava desse passeio o tempo todo, eu não queria deixar ela ir, porque o lago tava muito cheio, disse que ela não ia, mas a Deusilene mãe da elane de 7 meses pediu e eu acabei deixando ela ir. Eu confiei, ela era muito responsável com as crianças. E a Andressa adorava brincar com a Elane. Tá todo mundo muito triste, eu não culpo eles pelo que aconteceu, eles também perderam seus meninos.”

A guarnição da policia militar de Lago Verde junto com o Corpo de Bombeiros estiveram no local para ajudar no resgate das vitimas. O delegado de plantão da cidade de Bacabal Dey Robson também esteve no local da tragédia, e colheu o material para dá início as investigações do inquérito referente ao caso. Ainda de acordo com ele, o responsável poderá ser indiciado por homicídio culposo, sem a intenção de matar. Ainda segundo informações do corpo de bombeiros, a canoa teria capacidade apenas para 3 pessoas, e estava ocupada por 13 no total. Um, outro, detalhe dessa triste história, a ser destacado é que apenas seu Josimar, que conduzia a canoa sabia nadar. Uma tragédia, uma fatalidade que marcou o feriado de páscoa do pequeno povoado pequizeiro distante cerca de 30 km do município de Lago Verde.

  Reportagem de Cristina Souza