18/03 - DEPUTADO ALBERTO FILHO PARTICIPA DA II CONFERENCIA NACIONAL DA JUVENTUDE DO PMDB.

Teve início, na noite desta sexta-feira (16), o 2º Congresso Nacional da Juventude do PMDB. Na abertura do evento, que acontece no Rio de Janeiro até amanhã (18), estiveram presentes autoridades nacionais do PMDB e de movimentos de juventude no Brasil.

O presidente da JPMDB nacional, Gabriel Souza (RS), abriu o Congresso destacando a importância de espaços de debates nas instâncias do Partido: “nós elegemos nossas lideranças em convenções, mas é importante a realização de Congressos para que tenhamos a oportunidade de debater assuntos de importância para a política nacional. Cinco regiões brasileiras estão representadas aqui por militantes que realizaram diversos debates em Congressos Estaduais que aconteceram durante todo o ano passado”.

Gabriel Souza lembrou que um curso de formação específico para juventude peemedebista sempre foi um pleito do núcleo jovem do partido. “Hoje será lançado um curso da Fundação especificamente para a juventude em que pretendemos atingir 10 mil jovens”, afirmou. Outra meta do núcleo é atingir o número de 8 mil candidatos jovens para as Câmaras Municipais nas eleições 2012: “a juventude do PMDB tem preparo e capilaridade para se candidatar em todo o Brasil”.

Ao se licenciar da presidência do núcleo, Gabriel agradeceu a todos os que colaboraram com o trabalho da JPMDB e apresentou o novo presidente, Marco Antonio Cabral (RJ).

Ao assumir a liderança da juventude do PMDB, Marco Antonio Cabral lembrou que “a juventude do PMDB vive hoje um novo momento, que iniciou na gestão de João Alves e teve continuidade no ótimo trabalho de Gabriel Souza”. Marco Antonio registrou diversos eventos em que o núcleo esteve atuante e registou a participação em massa na Conferência Nacional da Juventude, que aconteceu em 2011.

“Este evento também marca o lançamento do Curso de Formação Política para a Juventude da Fundação Ulysses Guimarães, que foi possível graças à parceria com o presidente da Fundação, deputado Eliseu Padilha. Eu, que assumo hoje a presidência do núcleo, terei a tarefa de levar esse curso para todo o Brasil, além de buscar aumentar o número de militantes e filiados ao partido!, afirmou Marco Antônio.

O novo presidente ressaltou a importância do trabalho junto ao movimento estudantil. “Nunca tivemos uma atuação muito forte nessa área, ficamos 20 anos fora da UNE, para onde retornamos no ano passado após um intenso trabalho das nossas lideranças”, disse.

O governado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, prestigiou o evento. “É uma alegria estar sediando esse encontro tão importante da juventude do PMDB na nossa universidade estadual. Lembro como foi importante para mim militar na juventude do PMDB e no movimento estudantil. É fundamental que vocês provoquem o nosso partido para que assuma e incorpore as políticas que a juventude ache importantes e que serão tema dos debates durante este fim de semana”, falou.

O presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), cumprimentou Marco Antônio Cabral, que assume a JPMDB: “tenho certeza de que você continuará o excelente trabalho do Gabriel ao ajudar a estruturar os núcleos de juventude em todo país”. “É uma grande satisfação aqui junto com vocês. Esse evento representa, sem dúvida, o futuro do PMDB. Como não dizer, o futuro do Brasil”, afirmou Raupp.

O secretário-geral da JPMDB, Willy Alves (MG) destacou o trabalho de Gabriel à frente do núcleo: “ele representou para nós, para a juventude do PMDB,um grande timoneiro na organização da juventude partidária, da organização dos estudantes. Agora é lançado um grande desafio, em que Marco Antonio assume a presidência. Pela primeira vez na história da juventude do PMDB teremos um jovem de apenas 20 anos à frente da núcleo no nosso partido”.

Curso para a juventude – O presidente da Fundação Ulysses Guimarães nacional, deputado Eliseu Padilha (RS) apresentou o novo curso que será oferecido pela instituição na modalidade de ensino a distância. “Estamos já há cinco anos levando Brasil à fora o programa de formação política, que fazemos em parceria com a UnB e com a UFRGS. Para o curso da juventude escolhemos para coordenar o historiados e coordenador de juventude, Márcio Carvalho”, informou.

“Este curso foi cunhado com linguajar para a juventude. Fizemos uma pesquisa nacional e contratamos uma série de psicólogos e psiquiatras e constatamos que a juventude até os 30 está de costas para a política, como ela se apresenta hoje”, disse Padilha. De acordo com o presidente da Fundação, apenas 10% da população está envolvida com a política convencional, os outros 90% querem uma nova forma de fazer política e de se engajar nas questões sociais.

Para Padilha, “hoje vivemos a era do conhecimento, quem tiver conhecimento é que vai estar à frente. Queremos saber se a nossa 6ªcolocação do Produto Interno Bruto (PIB) vai migrar para o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), em que ocupamos a 84ª posição mundial. E isso só será possível com uma mudança do envolvimento das pessoas com a política, por meio do conhecimento. Hoje nossa economia é baseada na produção primária e não da manufatura. Para isso mudar, é preciso formar pessoas”.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, também esteve presente no evento e ressaltou a importância da juventude estar envolvida com a política. Para ele, “a política é o espaço da transformação em que a gente pode tornar a vida das pessoas melhor, em que a sociedade pode avançar e se transformar. Se a gente não estiver dentro dos partidos políticos interferindo nos governos eu tenho certeza que não chegaremos a lugar nenhum”.

Para o deputado federal Alberto Filho (MA), “é uma satisfação muito grande fazer parte da juventude do PMDB, pois esse é um partido que dá oportunidade para participar ativamente da política nacional, além de realizar um programa de formação com os cursos da Fundação Ulysses, que tem à frente o deputado Eliseu Padilha”.

O senador Roberto Requião (PR) destacou que o Congresso reúne jovens de todo o país “para renovar o quadro partidário”. “Vim de Brasília para soprar a juventude de 19 estados brasileiros no nosso partido”, disse.

“Nosso estatuto diz que esse partido é o partido do povo brasileiro, das classes populares, é o partido da nação”, lembrou Requião que defendeu que a legenda deve defender o capital produtivo, “que produz bens, satisfaz necessidades humanas e dá oportunidades de trabalho”. “É nessa assembleia de 19 estados que precisamos pensar numa proposta séria para esse país”, destacou.

Secretário da prefeitura do Rio de Janeiro, Pedro Paulo Carvalho, secretário da prefeitura do Rio de Janeiro, também ressaltou a importância de ver jovens na política: “é fundamental ver jovens optar pela política, porque política é o espaço para mudar, sim. Espaço para sairmos da mediocridade”.

Para o deputado federal, Lucio Vieira Lima (BA), “o PMDB está precisando da inquietude dos jovens, dos questionamentos dos jovens, para que possamos acordar para a situação em que estamos. Precisamos resgatar a política da ideologia, do compromisso com o social. É por isso que é muito importante esse Congresso”.

O deputado estadual Tadeu Martins Leite (MG), o mais novo parlamentar da história de Minas Gerais, lembrou a recente votação do Estatudo da Juventude e destacou a importância de os jovens se organizarem para construir o país que desejam. “Nós temos que descobrir e orientar quem nós queremos ser a partir de agora. O futuro depende de todos nós e desse Congresso que acontece neste fim de semana”, disse.

André Tokarski da União da Juventude Socialista destacou o papel da JPMDB nos avanços de direitos políticos no Brasil. “Nós da UJS acreditamos que o espaço para a juventude é na política. Nós acreditamos que o Brasil vive um momento de grande oportunidade. A juventude do PMDB tem ganhado protagonismo e conquistado muito espaço nos movimentos jovens e por isso voltou à executiva da UNE. Temos que unir todos os que querem que o Brasil sejam uma grande nação justa e próspera e por isso esperamos esta ao lado da JPMDB nas lutas que se seguem”, afirmou.

Jefferson Lima, secretário nacionla da Juventude do PT ressaltou o trabalho conjunto que foi realizado pela JPMDB e JPT no Rio de Janeiro e destacou o papel do PMDB nas conquistas sociais brasileiras. “Estamos vivendo momento importante para a juventude com a criação da Secretaria Nacional da Juventude, em 2005, e a criação do Conselho de Juventude, que tem grande participação da JPMDB. A juventude do PMDB tem um papel fundamental na realização de políticas públicas para a juventude e no diálogo com os movimentos populares”, destacou.

O último orador da noite foi o presidente nacional da União Nacional dos Estudantes, Daniel Iliescu, que saudou os congressistas “neste importante momento desse partido que é dos mais importantes para a história do Brasil”. “Nós, como movimento juvenil temos que levantar a seguite palavra de ordem: queremos mais”, disse.

“A UNE em parceria com JPMDB e outros núcleos juventudes inicia sua jornada nacional de lutas por 10% do orçamento da para educação e para que os recursos do pré-sal sejam destinados para educação. E esse Congresso tem o desafio de encontrar caminhos para o desenvolvimento do Brasil”, concluiu.

Fonte: PMDB