Sábado, 08 Mai 2021
Portuguese English Spanish
booked.net
Sábado, 13 Fevereiro 2021 14:13

VOU PULAR O CARNAVAL Destaque

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
Carnaval e pandemia Carnaval e pandemia Pixabay.com

— Vou pular o carnaval.

— O quê?

— Vou pular o carnaval.

— Tá doido?

— Tô doido não, tô certinho.

— Mas que papo é esse de pular carnaval?

— Porque vou pular.

— Não vai não, estamos em tempo de pandemia.

— Por isso mesmo.

— Tá maluco, é?

— Tô muito é certo?

— Certo?

— Sim, e é isso que vou fazer.

— Mas tem decreto proibindo a partir de sexta-feira.

— Mais um motivo pra eu pular o carnaval.

— Pirou de vez, foi? Você pode ser preso!

— Por que eu seria preso?

— Ora por quê... porque não pode pular carnaval.

— Não só posso como devo. E você também deveria...

— Eu?! Cê tá louco? Ai, ai! Por que eu pularia?

— Porque é necessário pular. Todos deveriam pular também.

— Você só pode tá lelé da cuca...

— Nunca estive tão consciente.

— Tá é louco, isso sim.

— Tô não. E vou pular o carnaval.

— Não percebe que os casos de covid estão aumentando?!

— Mais um motivo para eu pular o carnaval.

— Até o hospital de campanha foi inaugurado.

— Mais um motivo para eu pular o carnaval.

— No Boletim de ontem traz 4.824 casos e 171 óbitos.

— Mais um motivo para eu pular o carnaval.

— Mas o que tá acontecendo com você?

— Nada. Só tô preocupado com isso tudo.

— Preocupado? Querendo pular carnaval?

— Exatamente. Foi uma forma que achei de contribuir...

— Fazendo aglomeração? Favorecendo o aumento de casos?

— Não, é exatamente o contrário.

— Pirou mesmo! Acabei de crer.

— Pirei não, só tô dizendo o que vou fazer.

— Mas você não pode, não deve, nem vai pular carnaval!

— Vou pular, sim! Eu posso, eu devo e vou pular este carnaval.

— Como vai pular carnaval, se não tem festa? Me explique.

— Pulando, simplesmente pulando.

— Por que não deixa pra pular quando a pandemia passar?

— Tem que ser agora. Depois não tem mais como pular.

— Meu Pai do Céu! Por que você insiste nisso?

— Porque é necessário. É preciso pular o carnaval.

— Você pode se dá mal com essa atitude insensata.

— Nunca! Pelo contrário, é uma ideia completamente sensata.

— Mas como? Você está indo de encontro a lei e à saúde pública.

— Prelo contrário, estou muito a favor da lei e da saúde pública.

— Agora quem tá louco sou eu. Desista disso, por favor.

— Não posso, se eu deixar de pular, aí sim, posso tá prejudicando... Então, não posso deixar de pular.

— Mas o que você tá dizendo?

— Tô dizendo que vou pular este carnaval.

— Não vai pular não! Ouve a voz do teu amigo.

— Ora, se pulei o ano passado, o ano ‘trasado, o ano retrasado...

— Eu também pulei. E daí?

— E daí que em 2021 vou pular também. Se pulei os carnavais anteriores, este é que vou pular mesmo. Agora é bem mais necessário que eu pule, que tu pules, que nós pulemos, que vós puleis, que eles pulem, que todos pulemos.

— Isso só pode ser uma pegadinha, um sonho, uma loucura...

— Não é loucura, nem nada disso, é sensatez e consciência.

— Como, sensatez e consciência? Pulando carnaval na pandemia?

— Exatamente, pulando o carnaval da pandemia.

— Não dá pra acreditar! Você não pode fazer isso.

— Tanto posso, quanto devo, quanto vou. Já até comprei minha fantasia.

— Fantasia? Tá brincando!

— Tô falando sério.

— Como vai pular carnaval sem blocos, sem amigos, sem festas? Me explique.

 

E o amigo pulador, mostrando uma máscara, um calendário e um frasco de álcool em gel, respondeu-lhe sorrindo, ao tempo em que apontava para o interior de sua casa:

 

— Assim, veja! Vou pular esta data carnavalesca no meu calendário, vou pôr esta máscara, passar gel e água corrente nas mãos, entrar em casa e só reaparecer na quarta-feira de cinzas para ir ao trabalho.

 

O outro apenas riu, querendo ao mesmo tempo matá-lo e abraçá-lo, mas lembrou-se que eram verdadeiros amigos de resenhas.  

 

*(Costa Filho, Crônicas da pandemia, 2021, fev ,12)

---------------

#carnaval #pandemia #crônica #cronicasdapandemia #CostaFilho #literaturabacabalense

 

 

 

 

 

Compartilhar nas redes sociais:
Lido 407 vezes Última modificação em Sábado, 13 Fevereiro 2021 19:03
Edgar Moreno

SOBRE O AUTOR DA COLUNA

Edgar Moreno é cronista e escritor bacabalense, heterônimo do poeta Costa Filho, membro da Academia Bacabalense de Letras. Em abril, estreou com a coluna “Cronicando...” no site Cuxá. Escreveu ou escreve em outros jornais e sites, publicando eventualmente em suas redes sociais.

Links:

Instagram: @costafilhooficial

Facebook: https://www.facebook.com/people/Edgar-Moreno-Cronista/100010999360123 /  https://www.facebook.com/costa.filho.100

E-mails: jobacosf@hotmail.com / edgarmoreno.bac@hotmail.com

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Telefone

99 3621-6216 99 99107-5401 99 98117-0791

E-mail

contato@cuxa.com.br