Maranhão registra primeira queda em casos ativos de Covid-19, após 8 meses

Maranhão registra primeira queda em casos ativos de Covid-19, após 8 meses

Registros de pessoas doentes vinha crescendo desde novembro de 2020 e chegou a bater recorde durante pandemia.

Após quase 8 meses, o Maranhão voltou a registrar queda no número de casos ativos de Covid-19, ou seja, de pessoas que estão atualmente com a doença. Nesta segunda-feira (19), o estado registrou um total de 34.687 registros. No domingo (18) eram 34.759.

O número de casos ativos voltou a subir exatamente no dia 21 de novembro de 2020, quando o estado tinha apenas 2.712 maranhenses com a doença. Desde então, o número não parou de subir e chegou a ultrapassar os 34 mil em julho, o maior pico registrado durante a pandemia.

Dos atuais 34.687 pessoas com Covid-19 no Maranhão, 33.732 estão orientadas a ficar em isolamento domiciliar, 579 estão internadas em enfermarias e 388 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Casos e óbitos

 

Também nesta segunda (19), o Maranhão registrou mais 317 casos de Covid-19 em 24h, chegando a 331.085 em toda a pandemia, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Dos novos registros de casos, 92 foram na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 2 em Imperatriz e 223 nos demais municípios do estado.

Já o total de mortes por Covid-19 está em 9.445, com novos óbitos registrados em Timon (1), São José de Ribamar (1), Colinas (1), Paço do Lumiar (3) e São Luís (6).

Segundo a SES, dos novos óbitos registrados, nenhum aconteceu nas últimas 24 horas. Os demais foram registrados em dias e/ou semanas anteriores, e aguardavam o resultado do exame laboratorial para Covid-19.