O empresário Lucas Porto foi condenado a 39 anos de prisão pelo crime de homicídio e estupro da publicitária Mariana Costa, sobrinha-neta de Sarney

O empresário Lucas Porto foi condenado a 39 anos de prisão pelo crime de homicídio e estupro da publicitária Mariana Costa, sobrinha-neta de Sarney

POR: REDAÇÃO CUXÁ 

Lucas Porto fala durante julgamento em que é réu pelo assassinato da publicitária Mariana Costa — Foto: Reprodução/TV Mirante

 

Após seis dias de julgamento, o empresário Lucas Ribeiro Porto, acusado de matar a publicitária Mariana Menezes de Araújo Costa Pinto, de 33 anos, foi condenado pelos crimes de homicídio, com quatro qualificadores, feminicídio, asfixia, impossibilidade de defesa e ocultação de provas, e mais 9 anos de prisão pelo crime de estupro, totalizando 39 anos.

O empresário está preso na penitenciária de Pedrinhas, situada na capital do Maranhão desde o ano de 2016, o juiz não considerou relevante a diminuição da pena pelo seus 4 anos de prisão já cumpridos, e negou ao acusado o direito de recorrer da decisão em liberdade.