Caxias: Paulo Marinho articula apresentação de Roberto Rocha sobre Zema e Porto Seco a empresários do agronegócio brasileiro

Caxias: Paulo Marinho articula apresentação de Roberto Rocha sobre Zema e Porto Seco a empresários do agronegócio brasileiro

 

O senador Roberto Rocha esteve em Caxias nesta sexta-feira, 14, cumprindo uma agenda organizada pelo empresário e ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, e pelo vice-prefeito de Caxias, Paulo Marinho Júnior, que incluiu a participação de empresários do agronegócio brasileiro.

Após uma exposição das potencialidades da região, feita por Paulo Marinho, o senador maranhense fez uma detalhada explanação sobre a Zema – Zona de Exportação do Maranhão, projeto de lei de sua autoria, de incentivo econômico para a promoção do desenvolvimento regional e nacional, a partir da localização geográfica do Complexo Portuário do Itaqui, na ilha de São Luís.

Como presidente da Comissão Mista da Reforma Tributária, o senador Roberto Rocha defendeu a inclusão da ZEMA no texto da Proposta de Emenda à Constituição – PEC 45/19, que trata das alterações na legislação tributária brasileira, e cujo parecer final foi entregue na última quarta-feira, 12.

Outro projeto apresentado aos empresários pelo senador Roberto Rocha foi a implantação, em Caxias, de uma Estação Aduaneira do Interior – EADI, também chamada de “Porto Seco”, que se traduz em aproveitar a situação geográfica estratégica do município em relação aos portos do Itaqui (MA), Pecém (CE) e Barcarena (PA), com três modais de rodoviário, ferroviário e hidroviário.

 

Caxias situa-se na área de influência do Porto do Itaqui, tornando-se, de acordo com o senador maranhense, ponto estratégico para o processo logístico de armazenagem e movimentação de cargas de toda a região.

Entusiasta do projeto de implantação do Porto Seco, assim como da ZEMA, Paulo Marinho quer aproveitar o momento da expansão do plantio de soja na região para viabilizar a implantação de projetos voltados a avicultura e suínos. Ele acredita que com a implantação do Porto Seco e o uso da ferrovia a exportação de produtos acabados para o exterior se tornará fácil a partir do Porto Seco de Caxias. E comentou a respeito:

“No caso do Porto Seco, o grande objetivo não é apenas exportar os grãos que a região começa a produzir, mas transformar grãos em proteína. Isso será possível já que a região já começa a se destacar como produtora de soja e milho. E, ainda, tendo a ZEMA, zona de livre comércio, o Maranhão poderá se transformar em um grande polo de exportação a exemplo do que já ocorre em Singapura. Caxias tem a melhor logística do Maranhão para receber investimentos”, constatou o empresário.

Entre os empresários do agronegócio, vários de expressão nacional, participaram da programação Irineu da Costa Rodrigues, Presidente da cooperativa agroindustrial LAR, que opera no oeste do Paraná, Mato Grosso do Sul e Paraguai, e Humberto Júnior, da ITAPECURU Bioenergia.

O senador Roberto Rocha destacou a importância do encontro com os empresários. “Foi uma excelente oportunidade para apresentar projetos que visam alavancar a economia, não só dessa importante região, que é o Leste maranhense, mas também do nosso estado, em um plano geral. A Zema e o Porto Seco poderão transformar a economia maranhense”, pontuou o senador.

Durante a programação, que foi organizada na fazenda do empresário Paulo Marinho, o senador Roberto Rocha ainda recebeu representantes do corpo docente da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), cujos professores agradeceram pela nova biblioteca, construída com recursos destinados pelo senador Roberto Rocha.

Fonte: https://www.blogsoestado.com/danielmatos/2021/05/15/caxias-roberto-rocha-apresenta-projetos-para-alavancar-a-economia-maranhense-a-empresarios-do-agronegocio/